Evite problemas na garagem!

Evite problemas na garagem!

Problemas com as vagas de garagem costumam ser um dos principais motivos de conflitos em um condomínio. Ninguém gosta de ter sua vaga ocupada por outra pessoa e muitas vezes é necessário envolver o síndico.

Buscando ajudar a resolver alguns destes problemas de maneira simples, separamos 4 dicas para te ajudar a evitar problemas na garagem!


1 – NÃO ESTACIONE NA VAGA DO VIZINHO SEM AUTORIZAÇÃO!

Pode parecer besteira a primeiro momento, mas muitas pessoas acabam estacionando em uma vaga que não é delas. Mesmo que seja por apenas alguns minutos, essa atitude pode causar muito desconforto para o proprietário.

Lembre-se: mesmo que não haja um automóvel ocupando aquele lugar naquele momento, não quer dizer que ele esteja disponível!

Agora se por alguma urgência você precisar usar alguma outra vaga, o certo a se fazer é entrar em contato com o morador proprietário da mesma. Pedir autorização sempre é a melhor forma de contornar esse problema.


2 – ESTACIONE CORRETAMENTE

Você chega do trabalho cansado, estaciona o carro sem muita atenção, com pressa de chegar em casa e relaxar. De repente você recebe uma ligação do síndico. Você estacionou errado e ocupou a vaga de outro morador!

Pense no retrabalho de ter que descer e estacionar o carro de maneira correta? E o desconforto que foi causado por falta de atenção?

Para evitar este constrangimento, estacione sempre dentro da marcação da vaga!


3 – NÃO CORRA!

Não importa se você está com pressa, andar em alta velocidade nunca é uma decisão sábia. Respeite os limites de trânsito, inclusive dentro da garagem do condomínio. Isso garante a sua segurança e a das pessoas que podem estar no local.


4 – GARAGEM NÃO É DEPÓSITO

Não é porque o condômino não possui veículo que a vaga pode ser usada como depósito. Manter objetos no local pode atrair animais indesejados — como insetos ou roedores — e prejudica a estética e visibilidade da garagem.


Consulte o regimento interno do seu condomínio! Ele serve para manter a boa convivência e garantir que os direitos de todos os moradores sejam respeitados!

Compartilhar publicação